AMOR MOFADO - CLÁUDIA BRINO

CONTOS

Comentários

  1. Cláudia Brino, recebi teu belo "Amor Mofado",
    Os textos (não importa o gênero) têm um tom evocativo e lírico. E também irônico.
    Maria "Na Areia da Praia" tocou-me muito
    Pedro e Maria. Dois destinos. Como a vida da gente. O final tem um certa ironia, ou "brincadeira", não é u sarcasmo, não é agressivo. E não deixa de ser tocante.
    "Coisa Boa" contém um belo erotismo - (...) "mas neste toque existe somente a silhueta dos bons tempos que tivemos".
    A passagem do tempo, os sentimentos que não voltam, e a vida indo...
    Os finais (das estórias) são surpreendentes, mesclam ironia e lirismo - como tentei dizer acima.
    Têm, além do tom evocativo, um caráter realista.

    Sim, no final: "O amor tem formas estranhas de magoar". - por EMANUEL MEDEIROS VIEIRA

    ResponderExcluir
  2. Amor Mofado de Cláudia Brino, que coisa linda (triste, mas lindo, melancólico, nostálgico, poesia intensa, pura), identifiquei-me bastante. Tentei escrever um trecho de que mais gostei, desisti, pois adorei demais esse livro - por HILDA CURCIO

    ResponderExcluir

Postar um comentário